COMO MELHORAR A GESTÃO DO SEU NEGÓCIO

1-CONTROLE TODO O DINHEIRO QUE ENTRA OU SAI DA EMPRESA

Não se perca nas compras, tenha total controle do seu caixa. Classifique e registre todos os gastos que saem da sua empresa COM NOME, DATA E VALOR:
Impostos, salários, consumo interno, despesas bancárias, terceirizações, viagens, transportes, multas dentre outras.
Defina também em cada título pago as espécies monetárias. Se você pagou em dinheiro, transferência, cartões etc.
Faça o mesmo para os seus faturamentos. Faturamentos são os recebimentos decorrentes da venda, revenda ou prestação de serviços diversos.

2- ADQUIRA UMA FERRAMENTA PARA AJUDAR VOCÊ NESTE REGISTRO DE CONTAS DIÁRIO
Existe hoje um conjunto enorme de ferramentas para isso.
Desde soluções muito simples que controlam só o seu financeiro até as mais detalhadas como para controlar também seu estoque, produção, serviço, locação, distribuição etc.
Você precisa escolhe-la não só pelo valor do investimento, mas buscar o melhor custo-benefício de acordo com a necessidade e capacidade financeira de sua empresa.
Detalhes como o acompanhamento, o suporte, o recebimento de novas versões e possibilidade de customização são as variáveis mais importantes para tomar esta decisão.

3- NÃO MISTURE AS COISAS. CONTA DE EMPRESA SEMPRE SEPARADA DAS CONTAS PESSOAIS OK?

Misturar as finanças pessoais e empresariais, é um erro grave que pode levar até mesmo a empresa à falência, pois faz com que se perca o controle do caixa.
Se quer ter uma empresa com financeiro saudável, você precisa determinar uma retirada fixa e limitada dentro da realidade.
Separe primeiro o dinheiro da empresa para reinvestimentos em publicidade, compra de novos equipamentos, contratação de novos colaboradores para que sua empresa cresça.

4- NÃO CONTINUE TRABALHANDO SEM RECEBER

Não há negócio que sobreviva sem receber. Por isso, faça uma lista de todos os seus clientes, do maior para o menor faturamento.
É fundamental analisar se os clientes são bons ou maus pagadores para definir se vale a pena continuar prestando serviço para eles.
Cobre dos inadimplentes e crie regras de recebimento inabaláveis.
Estabeleça procedimentos de cobrança: data para começar a fazer a cobrança; responsável e meio (telefone, email); regras para cálculo e multa de juros.
Lembre-se que a abordagem deve ser firme, direta e objetiva, porém sempre educada.
No caso de um cliente solicitar um prazo maior para o pagamento, a decisão de autorizar ou não é sua, levando em consideração o histórico dele.
Atenda ainda com maior atenção as suas maiores contas que são aqueles clientes que mais lhe compram. Não perca seus melhores faturamentos.

5 – ALIMENTE O SOFTWARE FINANCEIRO, MAS LEIA OS RELATÓRIOS PARA TOMAR DECISÕES CERTAS

Você precisa conhecer o seu ambiente interno e também o seu mercado. Se você quer ter uma empresa com financeiro saudável não seja desinformado.
Atente-se para o seu mercado (concorrentes diretos e indiretos), crises econômicas novas ferramentas e estratégias.
Analise seus relatórios e faça reuniões. Faça previsões futuras e compare os meses anteriores. Planeje-se.
As comparações entre os desempenhos de cada mês são importantes para estabelecer o que está dando certo e onde é preciso mudar.
Além de ajudar a controlar os custos, essas respostas irão ajudá-lo a planejar o negócio como um todo.



Tire suas dúvidas fale conosco agora mesmo.



TESTE GRÁTIS
× WhatsApp